Month: January 2020

Exame de toque retal

Está com problemas na próstata e terá que passar pelo exame de toque retal? Está com medo e ansioso por causa desse exame? Então confira abaixo detalhes sobre o exame de toque retal e porque ele é tão importante.

A próstata é uma glândula masculina localizada abaixo da bexiga, cuja função é produzir um dos fluidos que constitui o sêmen, que começa a se desenvolver durante a adolescência, chegando ao tamanho de uma noz, ou seja, aproximadamente 3 cm.

O problema é que, após uma certa idade, na maioria dos homens, a próstata aumenta muito, o que acaba pressionando a uretra e causando problemas na bexiga e ao urinar.

Embora o aumento da próstata não tenha uma ligação direta com o câncer, alguns sintomas de seu crescimento são iguais aos do câncer, por isso, é fundamental que, ao primeiro sinal, seja buscada a ajuda de um especialista.

Vale saber que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens e 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos, por isso é super importante que a gente previna as doenças de próstata, e existe um suplemento natural chamado renova prost que além de tratar algumas doenças, ele também ajuda na prevenção.

Sem dúvida, o fato dos homens não se cuidarem e ainda terem preconceito com o exame de toque retal, fundamental para detectar doenças na próstata, só acaba prejudicando o tratamento.

Acredite, 70% dos pacientes são curados com o tratamento do câncer de próstata quando a detecção da doença é feita na sua fase inicial, por isso, a importância de realizar o exame, imprescindível para o diagnóstico da doença, que dura poucos segundos e não causa nenhuma dor.

O que é exame de toque retal?

O exame de toque retal, também chamado de exame de próstata, é um procedimento de rotina para a avaliação prostática. Através desse exame é possível detectar alterações na glândula e, se for feito de forma precoce, mais sucesso terá o tratamento.

Vale saber, no entanto, que o exame de toque retal é apenas mais uma ferramenta para ajudar no diagnóstico de determinadas doenças.

Por exemplo, em casos de suspeita de câncer, o exame de próstata é acompanhado do exame PSA e, caso sejam notadas alterações, pode haver necessidade de fazer outros exames.

Como é feito o exame de toque retal?

O exame de toque retal é feito em um consultório médico, durante consulta de rotina ao urologista.

O paciente deverá tirar a roupa e deitar em uma maca, na posição que o médico achar mais adequada, podendo ser na posição ginecológica ou deitado de lado.

O médico, então, com a ajuda de uma luva devidamente lubrificada, introduz o dedo na região retal (canal que liga o ânus ao reto). O exame é bem rápido, geralmente, dura cerca de 10 segundos, além de ser indolor, algumas vezes, até pela tensão, só causa certo incômodo.

Para que serve o exame?

O exame serve para coletar informações fundamentais, desde detectar a presença de lesões perianais, hemorroidas, tumores de reto, tônus muscular, aspecto da mucosa do reto, volume da próstata e etc.

Vale saber que a Sociedade Brasileira de Urologia recomenda o exame de toque retal a partir dos 50 anos mas, no caso de homens com histórico familiar de câncer da próstata, o exame deve iniciar aos 40 anos.

Em ambos os casos, no entanto, o exame deve ser feito uma vez por ano.

Anticoncepcional pode causar varizes?

As varizes são uma grande preocupação entre as mulheres. Elas ocorrem quando as veias se dilatam na parte superficial da pele e infelizmente as mulheres têm uma pré-disposição a esta doença.

É preciso esclarecer que as varizes são causadas por vários fatores. Um dos mais comuns é que muitas mulheres têm uma pré-disposição genética.

O anticoncepcional tem sido apontado como um dos causadores das varizes.

Na opinião de alguns especialistas, a pílula anticoncepcional contém substâncias, como a progesterona, que pode prejudicar o retorno do sangue deixando os vasos dilatados e o estrógeno que pode debilitar (enfraquecer) os vasos sanguíneos.

Se você está em dúvida porque estão surgindo varizes e você acha que é pelo uso do anticoncepcional, não significa que é preciso deixar de tomar a sua pílula.

A dica é procurar um especialista (ginecologista) e falar o que está acontecendo. Ele poderá trocar o anticoncepcional ou, se for o caso, lhe aconselhar outro método contraceptivo.

Alguns anticoncepcionais possuem uma composição com menos dosagem de um determinado hormônio que pode alterar as causas das varizes, se este for o caso.

Porem apesar destes fatores não existe um estudo específico que possa garantir a relação das varizes com os anticoncepcionais.

Um argumento que pode ser usado é que nem toda mulher que usa anticoncepcional tem varizes. O contrário também é verdadeiro, tem mulheres que não usam anticoncepcional e tem varizes, mas se você tem receio que isto possa acontecer com você, o creme para varizes Varigold funciona mesmo, tanto para amenizar as varizes, como pra prevenir seu surgimento.

O que pode ocorrer é que uma mulher faça uso do anticoncepcional já tenha pré-disposição a ter varizes então esta soma de fatores possa causar a doença.

Como já dissemos as causas das varizes são várias e podemos destacar as mais comuns como:

  • Herança genética: é uma das causas mais comuns. Problemas de doenças vasculares na família geralmente acabam passando para próxima geração.
  • Gravidez: no período de gestação com o aumento dos hormônio, o sobrepeso, as reações químicas que ocorrem no organismo, tudo isto pode contribuir para o aparecimento de varizes.
  • Idade avançada
  • Obesidade
  • Ficar muito tempo de pé: muitas profissões exigem que a pessoa fique em pé durante muito tempo, isto pode impossibilitar a circulação sanguínea tornando um fator que contribui para o surgimento de varizes.

Como podemos ver o anticoncepcional não é o vilão da história. Outros fatores podem estar colaborando com o aparecimento das varizes.

Procure um médico e busque orientação.

O mais importante de tudo é lembrar que cada caso é único e deve ser analisado de forma individualizada, sendo que o mesmo vale para o tratamento indicado.