Início Análise Video games Android valem a pena?

Video games Android valem a pena?

48
0
COMPARTILHAR
video games android - Project Shield

Se você acompanha o mundo da tecnologia, você em algum momento deve ter visto algum exemplo do domínio absoluto do Android. De relógios a geladeiras quase qualquer eletrônico pode ser equipado pelo sistema do robôzinho simpático, mas entre tantos gadgets um nicho tem se destacado nos últimos meses, o dos video games.

 

Início tímido

Jogos para Android não são novidade para ninguém, afinal, quem possui um smartphone ou tablet com esse sistema provavelmente tem algum jogo instalado, novidade está em um dispositivo exclusivamente dedicado a essa tarefa.

Muito pouco tempo depois do anúncio do Nintendo Wii U e seu gamepad surgiram muitos tablets similares, a maioria chinesa. Suas vendas não foram tão grandes assim as provavelmente isso foi o que impulsionou a posterior criação do Ouya, que foi uma explosão de proporções antes nunca vista no Kickstarter.

 

Abrindo o mercado

Talvez uma das maiores dificuldades das fabricantes seja mudar a consciência dos consumidores e provar que a plataforma não roda apenas “joguinhos”. De fato a capacidade gráfica não é a mesma dos consoles de mesa ou PCs, mas a experiência com o touchscreen e os diferentes sensores pode mudar essa história, e é possível que no futuro os grandes consoles como o Xbox One e o Playstation 4 se inspirem neles, o que de certa forma já vem acontecendo.

 

A revolução Indie

O maior atrativo dos video games Android pode ser a quantidade astronômica de possíveis desenvolvedores, já que quase não há restrições para se fazer jogos para este SO.

Desenvolvedores independentes podem tentar (e conseguir) o sucesso com jogos inovadores, e a vantagem é que esse caminho tem muito menos pedras do que o das desenvolvedoras que focam nos consoles.

videogames android - Planetside 2

Uma coisa que é interessante de se reparar é que ao longo do amadurecimento dos jogos mobile eles passaram por uma evolução muito maior que a das plataformas já consagradas. Inicialmente era fácil perceber que os jogos mobile eram visivelmente inspirados em outros, como Modern Combat (Call Of Duty), Asphalt (Need for Speed), N.O.V.A. (Halo), Candy Crush (Bejeweled) e outos, mas atualmente a história tem mudado e os jogos mobile estão se tornando únicos e diferenciados, o exemplo de maior sucesso é o próprio Angry Birds.

 

O que temos disponível?

Por enquanto não são muitos, mas os poucos dispositivos são realmente promissores. Os mais famosos são o Ouya e o Nvidia Shield, porém ambos são bem diferentes.

O Ouya é um console de mesa, com um controle que lembra bastante o do Xbox 360, porém com um touchpad, acelerômetros e giroscópio. Liga-se à TV por HDMI e além de rodar os jogos já presentes no Android, o Ouya tem uma loja com jogos exclusivos para o console.

Além de tudo isso o que mais chama a atenção mesmo é o preço, 100 US$, para quem está curioso e quer testar, o custo – benefício pode surpreender, porém é bom lembrar que ainda não se encontra disponível aqui no Brasil.

 

Já o foco do Nvidia Shield é diferente, ele é um portátil, e além disso a Nvidia capricou bastante nas funções e possibilidades que ele dá ao jogador, sendo possível até fazer Streaming com o PC para jogar com as duas telas ativas.

O Shield também tem jogos exclusivos, mas o destaque vai para a conexão com a Steam. Infelizmente para ter isso é preciso desembolsar 300 US$, o que em terras tupiniquins ficaria um tanto caro.

video games android - Project Shield

Além dos dois citados, há alguns outros modelos e tipos, porém a maioria nem tem uma confirmação precisa sobre funções, preços ou lançamento.

 

Fora da nossa realidade

Apesar das dificuldades na adesão por parte dos consumidores, no futuro pode ser que os video games Android realmente tomem um bom espaço nas nossas vidas. O mercado de jogos para Android já lucra mais do que o Nintendo 3DS e o PS Vita juntos, o que prova que potencial é o que não falta, basta apenas mais empenho por parte das fabricantes em apresentar jogos cada vez mais atraentes e inovadores porque esse mercado ainda não conseguiu se fazer notar.

Não é difícil encontrar a venda acessórios e/ou dispositivos para jogar ou melhorar a jogatina nos tablets e smartphones, mas acho que o que falta é alguma empresa “tocar” os consumidores, não vemos muita comunicação por parte das empresas que basicamente fazem anúncios, criam expectativas e quando chega o lançamento desaparecem junto com os dispositivos, e algumas vezes fazendo uma aparição ocasional.

 

Há muito diz-se que propaganda é a alma do negócio, e é isso mesmo que falta para os consoles-mobile fazerem sucesso, acrescentar o tempero final, pois a receita já está completa, e talvez seja uma receita de sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

CommentLuv badge